Trânsito seguro

Trânsito seguro: Novo sistema de Led chega aos semáforos de Pato Branco

A novidade chegou a 10 pontos de grande fluxo na cidade, e promete diminuir as chances de acidentes de trânsito nesses locais. Ela aumenta a visualização da sinalização semafórica para até 300 metros de distância

Os postes que sustentam os semáforos de Pato Branco, cidade do sudoeste paranaense, e as calçadas desses cruzamentos receberam faixas de led sincronizadas com os porta-focos. A novidade chegou a 10 pontos de grande fluxo na cidade, e promete diminuir as chances de acidentes de trânsito nesses locais.

Essa inovação aumenta a ativação sensorial de pedestres e motoristas para o estágio do semáforo, ampliando a segurança e dando maior qualidade de vida nas cidades.

Para operar, a iluminação é sincronizada com o controlador semafórico responsável pelos semáforos. Ela aumenta a visualização da sinalização semafórica para até 300 metros de distância, evitando o comportamento de avanço de sinal vermelho.

Mais Novidades

Pato Branco também investiu na aquisição do ANTARES EVOLUTION, que é o software responsável por integrar e centralizar todas as soluções da DATAPROM.

O ANTARES EVOLUTION permite a integração dos controladores semafóricos – contemplando a gestão inteligente de todos os cruzamentos já semaforizados da cidade.
Além disso, o município está se preparando para modernizar e automatizar cruzamentos mais demandados e congestionados com sistemas adaptativos em modo centralizado (headway).

Esse sistema é um conjunto de controladores semafóricos DP40-A, acompanhados de modernas câmeras de controle de tráfego e placas de comunicação capazes de processar essas imagens e enviá-las aos controladores. Ele automatiza o ajuste nos ciclos de tempos dos semáforos, dando prioridade à via com maior demanda sem a necessidade de intervenção humana.

Ao todo, inicialmente, quatro cruzamentos receberão esse sistema inteligente. A definição dos pontos ocorrerá após minucioso estudo promovido pelas equipes técnicas da prefeitura com o apoio da DATAPROM.

Como funciona?

O modo ‘adaptativo centralizado’ parte do princípio da definição do valor do headway entre os veículos – tempo entre eles. E o tempo de distância é percebido por sensores – no caso laços de vídeo detecção. Essa informação é levada ao controlador semafórico DP40-A da DATAPROM, que calcula e organiza esse fluxo automaticamente. Esse sistema não tem função fiscalizatória.
E o que a população ganha com essa solução?

O benefício direto dessa solução é a redução das filas provocadas nos cruzamentos — até mesmo para congestionamentos causados por ocorrências como acidentes. Isso faz com que o motorista passe menos tempo parado no trânsito, reduzindo a emissão de gases poluentes e aumentando sua qualidade de vida e segurança.

Confira os semáforos que receberam reforço sensorial em Pato Branco

Rua Nereu Ramos
Rua Oswaldo Aranha
Rua Tapir
Rua Itabira
Rua Ibiporã
Rua Araribóia
Rua Itacolomi
Rua Mato Grosso
Rua Paraná
Rua Uruguaiana

O que você achou deste conteúdo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.